Boas ideias ampliam espaço pequeno  | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Boas ideias ampliam espaço pequeno

28 setembro 2009

Dicas simples ajudam a compor um ambiente surpreendente e arejado e imóveis compactos

Apartamento decorado MRVQuando se trata de imóvel residencial compacto, aproveitar cada centímetro faz muita diferença. Dicas simples e preciosas sobre decoração ajudam a compor um ambiente surpreendente, arejado e com sensação de amplitude.

A MRV Engenharia é uma das maiores construtoras nacionais no segmento econômico, e em Campinas acaba de lançar um empreendimento com 51 metros quadrados, ao lado do Carrefour Valinhos. De acordo com a arquiteta responsável pela área de lançamentos da empresa nas regionais Campinas e Nordeste, Maria Claudia Oresice, o ideal é contratar um profissional da área para elaborar o projeto de decoração do imóvel.

Porém, se isso não é possível, um conselho importante é anotar cuidadosamente as medidas dos ambientes e, a partir daí, traçar um esboço das opções de espaços prováveis para os móveis. “O ideal seria comprar toda a mobília em uma única etapa, o que favorece a avaliação do conjunto”, observa a arquiteta.

Caso o futuro morador não disponha, de imediato, do capital necessário para decorar todo o imóvel, a saída é planejar por etapas. Assim, independentemente dos intervalos entre a finalização dos cômodos da casa, a decoração vai ocorrer dentro de um padrão inicial pré-estabelecido.

De acordo com a arquiteta, quem decora por impulso está arriscado a exagerar na quantidade dos objetos, errar nas proporções do mobiliário ou, até mesmo, manter itens obsoletos que, em razão do desuso, acabam entulhando os espaços.

Maria Claudia explica que é necessário pesquisar preços em diversos locais, e dentro do planejamento orçamentário da decoração, procurar opções que combinam com as proporções existentes no imóvel, o que nem sempre permite escolher peças que atendam totalmente o gosto do cliente. Entretanto, são adequadas para o ambiente.

O mobiliário de madeira na cor tabaco, que até pouco tempo era uma tendência em alta, não deve ser utilizado em ambientes compactos. A preferência é para tons como nogueira, peroba e imbuia.

“Se a sala não comporta um sofá de três lugares, o jeito é escolher um estofado de dois assentos e apostar em elementos de destaque como almofadas, cortinas e papel de parede”, orienta a arquiteta.

Ela alerta que, embora seja indicado utilizar diversos itens decorativos em ambientes dotados de pouca mobília, é preciso ter cuidado com as estampas e cores fortes, principalmente em se tratando de tinta. “Percebemos que além do tom suave, outro detalhe que provoca a sensação de amplitude do ambiente é o uso de piso com acabamento fosco”, constata.

Fragmentação

Outra orientação fundamental é não fragmentar a decoração, optando sempre por dimensões maiores de pisos e tapetes. Sendo assim, é preferível um único tapete, do que espalhar três peças pequenas. O mesmo ocorre com o piso, que deve ser de 45 por 45 centímetros, no mínimo, ou 60 por 60 centímetros sem faixas na paginação, e de preferência, o mesmo piso da maior área do imóvel.

A modernidade trouxe uma nova realidade para as construções, planejadas para oferecer o mínimo de perda possível da área útil dos apartamentos, ou seja, o comprador quer pagar apenas pelo espaço que ele realmente vai utilizar, explica a gerente de marketing da Rossi, Andrea Nascimento.

Segundo ela, o uso de itens que não “pesam” no ambiente, como armários de cozinha na cor branca, colocar apenas o mobiliário realmente necessário e utilizar espelhos posicionados diante de portas e janelas, compõem uma decoração leve e que favorece a sensação de amplitude.

“O produto decorado e os comentários colhidos dos visitantes ajudam a compor as novas plantas”, explica Andrea. Algumas pessoas, inclusive, visitam o lançamento apenas para obter novas ideias, e não porque estão interessadas em adquirir um apartamento. Outra contribuição dos imóveis econômicos é o estímulo à reciclagem e consumo consciente.

Serviço

Plantão MRV — (19) 3794-2200
Tok&Stok — (0800) 701-0161

TRUQUES

Como promover sensação de amplitude

Pode parecer balela, mas não é. Quem garante é o coordenador de tendência da rede Tok&Stok, Edson Coutinho. Segundo ele, além de medir milimetricamente os espaços e não confiar na planta — cinco centímetros a mais ou a menos podem fazer toda a diferença —, também é necessário tomar cuidado com:

Utilize peças-chaves que desempenhem multifunções.

Opte por sofás de dois lugares e não estofados de três lugares.

Pufes são peças “curingas” que podem acomodar as pernas, tornando o sofá em chaise, funcionam como cadeiras extras ou mesa de apoio. Devido ao tamanho, podem ficar sob aparador, por exemplo.

Comece a mobiliar os ambientes fundamentais da casa: quarto e cozinha. A sala requer mais cuidado e deve ficar por último. Somente após medir a dinâmica da casa, circulação de pessoas e a colocação daquilo que realmente será utilizado.

Painéis na parede em cima da cama e prateleiras suspensas, ao invés de criados-mudos, liberam espaço no quarto.

Tevês de tela fina em LCD ou plasma permitem o uso de estante painel com apenas 30 centímetros de profundidade.

Rackers suspensos ajudam para o ganho de espaço.

Móveis com pés aparentes e que elevam a peça são recomendados.

Grandes espelhos atrás de mesa de jantar são capazes de dobrar a sensação de tamanho do espaço.

Evite mesa quadrada para oito lugares. Só deve ser utilizada em ambientes espaçosos. Prefira uma menor.

Tampos de vidros ou acrílico transmitem sensação de amplitude.

Delimite as áreas de cenário, pintando parte da parede do local que recebeu a mobília de sala de jantar de uma determinada cor. No outro extremo do ambiente e do lado oposto, onde há o sofá ou o rack, pinte a parede de outra cor.

Coloque em todo o imóvel um único revestimento, com peças grandes, retificadas e com junta seca.

Evite sancas de gesso. Reduzem o pé direito do imóvel.

Evite iluminações com foco direcionado. Prefira a luz difusa, pode ser até com abajur, que amplia o cenário, utilizando a parede como refletor.

Estampas grandes pedem grandes ambientes. Já estampas pequenas são ideais para cômodos compactos.

Evite os “mares” de bege. Bege no tapete, no sofá e cortina. As cores são fundamentais e evitam a monocromia.

Carrinhos multifuncionais com rodízio são ótimas soluções na cozinha, sala ou dormitório.

Móveis dobráveis atendem necessidades eventuais e não roubam espaço.

Se precisar de sapateira, prefira as verticais.

Fonte: AGENCIA ANHANGUERA, por Sheila Vieira, 27/09/09

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório