Conheça os principais erros na decoração de apartamentos | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Conheça os principais erros na decoração de apartamentos

20 junho 2014

Não fazer um planejamento das funcionalidades de cada ambiente, por exemplo, pode gerar desconfortos futuros aos moradores.


decorado10


A vontade de ter a casa nova prontinha o mais rápido possível para receber amigos e parentes pode levar a equívocos na hora da decoração. Antes de tudo, é preciso refletir sobre as funcionalidades de cada cômodo, para que a escolha dos móveis e itens decorativos não cause problemas no futuro. Confira e saiba como evitá-los.


1. Não fazer um planejamento de necessidades
É preciso elaborar uma lista de funções e elementos que devem ser contemplados. Essa etapa pode garantir que cada potencialidade de espaço do apartamento seja devidamente aproveitada.


apartamento pequeno (5)


2. Comprar móveis sem pensar sobre as medidas dos ambientes
Antes de começar a escolher peças específicas de mobiliário, é muito importante analisar e entender as proporções do seu espaço, por exemplo, que é comum o equívoco de se utilizar sofás largos e profundos, assim como grande televisões, em salas pequenas. Isso faz com que o ambiente pareça ainda menor.



3. Prejudicar a circulação
Para um ambiente ser funcional, é fundamental pensar sobre os espaços que serão destinados à circulação. É essencial deixar o espaço mínimo necessário para circular entre móveis e paredes. Uma boa circulação tem de 75 a 90 centímetros, mas, em casos extremos, pode-se utilizar o mínimo de 50 a 60 centímetros.


4. Abusar de cores fortes e escuras
Usualmente, tons escuros não são indicados em espaços pequenos. Mais difíceis de iluminar, essas cores acabam prejudicando bastante a sensação de espaço, e o resultado, na maioria das vezes, são espaços pesados visualmente. A ideia de um volume único e contínuo agrega valor aos espaços pequenos e faz com que os mesmos pareçam maiores.



5. Não levar em consideração a forma dos móveis
Outra situação que deve ser evitada é a utilização de diversos móveis pequenos e com estéticas diferentes entre si. É preferível utilizar um único móvel contínuo que agregue diversas funções, deixando assim o ambiente mais integrado.


Fonte: Pense Imóveis

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório