Dicas para usar almofadas em salas e quartos | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Dicas para usar almofadas em salas e quartos

20 julho 2014

As cores e texturas devem, preferencialmente, seguir a decoração do cômodo; elas podem trazer cor e reforçar o estilo do ambiente.



 Como dosar as almofadas no sofá ou na cama sem ficar soterrado por elas – visual ou literalmente? A arquiteta Andréa Posonski, do escritório Jocymara Nicolau e Andréa Posonski Arquitetura e Interiores, lembra que a função desse enfeite é dar um toque final, especial, ao móvel. Suas cores e texturas têm de seguir o estilo da decoração.


Elas são especialmente úteis para trazer pontos de cor ao ambiente. “Se você está trabalhando com um ambiente neutro, a almofada vai dar uma cor, trazer tons mais fortes ou simplesmente criar um contraste”, explica. Assim, ajudam a reforçar estilos decorativos. Quer dar um toque alegre? Recorra a almofada laranja. Um clima praiano? Almofada turquesa.



No que diz respeito a estampas, o melhor é não arriscar. “O mais comum é que o sofá seja liso e as almofadas, estampadas. O contrário também acontece: sofá estampado e almofadas lisas.” Se ambos tiverem desenhos, pode ser um pouco complicado combiná-los sem sobrecarregar o cômodo.


A arquiteta defende que a almofada é um importante elemento decorativo para determinar o estilo do espaço. “A almofada ajuda a dar o tom do ambiente, deixá-lo com uma cara mais high-tech ou retrô.” Basta casar cores e materiais com outros itens, como as mesas laterais. “É possível incrementar as almofadas com cores e texturas ou até usar almofadas neutras que tenham um tema relacionado a um quadro ou objeto da decoração”, diz Andréa.


Por exemplo, se a sala tem quadros com motivos náuticos e um sofá neutro, as almofadas podem vir com estampas e cores que remetam ao estilo navy: vermelho, azul-marinho, branco ou até uma textura bastante presente nesse estilo, o listrado.


E no quarto, como combinar almofadas, travesseiros e colcha sem que a cama fique superlotada? A tática é a mesma da sala. O conjunto precisa ser bonito e confortável – nada de ter de debater-se com os itens decorativos para poder sentar ou deitar gostosamente. Na hora de dormir, é só tirá-las do meio.


Fonte: Terra

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório