Escolha a cortina certa para seu apê | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Escolha a cortina certa para seu apê

18 março 2013

Na hora de decorar a casa é muito divertido escolher os móveis e objetos, mas a cortina acaba ficando pro final para evitar a dor de cabeça de decidir qual o melhor modelo, tecido, comprimento para cada ambiente! Mas olhando qualquer ambiente depois de pronto é possível ver como ela é capaz de mudar completamente a decoração.



Controlar ou inibir totalmente a entrada de luminosidade, evitar os olhares curiosos vindos do lado de fora, deixar a casa mais aconchegante ou simplesmente completar a decoração. Estas são algumas das razões para escolher a cortina e para não ter erro nós separamos algumas dicas:


1 – Cortinas que encostam no chão são muito mais elegantes. Cortinas curtas só ficam bem quando há um móvel sob a janela.


2 – Algumas medidas devem ser levadas em consideração na hora de escolher as cortinas: se a distância entre duas janelas for de aproximadamente 30 cm você pode usar uma única cortina para ambas. Outra dica é deixar algo em torno de 20 cm sobrando em cada lado para evitar que a luminosidade entre e para cobrir toda a parede com a cortina fica legal quando sobrar um espaço inferior a 60 cm em qualquer um dos lados.


3 – Cortinas escuras são lindas e bem chamativas, mas com o sol batendo direto nelas, vão acabar desbotando.


4 – Evite usar cortinas de tecido em ambientes com muita umidade, como banheiros e área de serviço. A umidade favorece o aparecimento de fungos.


5- Na hora de escolher os tecidos, prefira os pré-lavados para evitar dor de cabeça na hora que você lavar e perceber que a cortina encolheu!


6 – As persianas são mais fáceis de limpar, perfeitas para quem tem alergia.


Como deu pra perceber a cortina é uma moldura da decoração, então é bom prestar atenção para o estilo da sua decoração para não ter erros que prejudiquem o resultado esperado. Confira algumas imagens para ter inspirações.


Viram que legal? E o melhor é que elas são capazes de mudar toda a decoração e acaba sendo muito mais barato do que mudar todos os móveis.


Fonte: Blog da Decoração

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório