Mantenha sua casa limpa e longe dos ácaros | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Mantenha sua casa limpa e longe dos ácaros

11 março 2009

Preparar um quarto ou uma casa para pessoas alérgicas é uma tarefa muito complicada. Envolve não somente os materiais com que ela é limpa, mas muitas vezes os materiais utilizados em sua construção.

Pisos de madeira, por exemplo, são ótimos locais para a proliferação de fungos e microorganismos, além de ter frestas que acumulam poeira. Portanto, podem acabar prejudicando quem sofre de alergia.
O responsável por tanto sofrimento é o ácaro da poeira doméstica, invisível a olho nu, que se prolifera em cortinas, tapetes e estofados e, em geral, onde for escuro e propício ao seu desenvolvimento. Para se ter uma idéia, uma cama pode conter mais de dez mil deles.

Confira algumas dicas para manter sua casa longe das doenças alérgicas:
• O ideal é a pessoa alérgica não fazer a limpeza da casa, no entanto, se não houver jeito, ela deve se proteger com luvas, máscaras e o que for possível;
• Para limpar o quarto, use um pano úmido, uma vez por mês, na armação da cama e outras partes de madeira ou metal que são cobertas pelo pó. O colchão e a caixa de molas devem ser cobertos com uma capa fechada antialérgica, e as cobertas à prova de ácaros;
• As roupas de cama devem ser lavadas toda semana com água bem quente (acima de 54ºC). E cobertores de lã, travesseiros e colchões de borracha devem ser evitados, pois atraem bolor. Também evite o uso de carpetes. Se tiver persianas ou venezianas no quarto, deixe-as de molho em água quente uma vez por mês;
• O uso de pisos laminados pode minimizar os problemas respiratórios. Além de hipoalergênicos, pois não acumulam pó, não provocam alergia e problemas respiratórios. Os laminados proporcionam facilidade na hora da limpeza, feita apenas com um pano úmido e sabão neutro;
• Para limpar as superfícies com mofo, utilize água, sabão e uma escova, além de algum produto específico para acabar de vez com o problema.

Fonte: Portal IG, Casa, consultado em 10 de março de 2009.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório