MRV Investe na capacitação de mão de obra  | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

MRV Investe na capacitação de mão de obra

06 outubro 2011

Criada no primeiro trimestre do ano em Uberlândia para garantir a qualidade de suas atividades e reter bons profissionais, a Escola de Aprendizado MRV capacitou, em seus primeiros sete meses, mais de 400 trabalhadores da construção civil na cidade. O objetivo é preparar profissionais próprios e de terceiros para o exercício de novas funções em uma obra.


O gestor executivo de Obras da MRV Engenharia na regional Triângulo Mineiro, Leonardo Sampaio Freitas, explica que a Escola permite à construtora enfrentar aquele que é tido como um dos principais gargalos atuais no segmento da construção civil: a falta de mão de obra. “Nós da MRV nos orgulhamos por não viver esse problema e isso acontece exatamente porque investir na mão de obra própria faz parte do DNA da empresa”, afirma. Ele explica que com os cursos e treinamentos da Escola de Aprendizado os profissionais têm a oportunidade de ampliar seus conhecimentos e, consequentemente, suas áreas de atuação.


Os resultados obtidos nos primeiros sete meses de atividades surpreendem. De acordo com a engenheira Rosângela Bomtempo, responsável pelo projeto, a estrutura preparada este ano no canteiro de obras do empreendimento Parque Uchoa, no bairro Tubalina, já não é suficiente para a demanda. Por isso, a MRV está ampliando as atividades para outro canteiro, no Parque Único, no bairro Gávea Sul, e planeja a expansão para outras obras. Segundo ela, os cursos já formaram bloqueiros e instaladores hidráulicos e treinaram janeleiros e escadeiros. Também já houve treinamentos de segurança do trabalho, de estagiários e de empreiteiros.


Rosângela explica que outra frente são ações de cunho social para os operários. “Já tivemos dentista itinerante, exames de acuidade visual, palestras sobre doenças sexualmente transmissíveis, primeiros socorros e higiene das mãos, entre outros”, explica. Os cursos e treinamentos são abertos a funcionários efetivos da MRV e a empregados de empreiteiras que trabalham em parceria com a construtora.


Fonte: Comunicação e Assessoria de Imprensa

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório