Respire melhor | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Respire melhor

17 novembro 2011

O verde no interior dos espaços ganha força. Além de embelezar o ambiente, essa prática ajuda a manter o ar mais puro, item cada vez mais raro nas grandes cidades





Um levantamento feito pela Organização Mundial de Saúde, OMS, sobre a qualidade do ar em 1.100 cidades do mundo constatou que as principais metrópoles brasileiras estão muito poluídas, com índices acima do que o recomendado - 20% de concentração de microgramas de poluição por metro cúbico. Mas, isso não é muita novidade por aqui. A lógica é simples: onde há maior concentração vegetal, o ar é menos poluído. Mas, é justamente o fenômeno contrário que vem ocorrendo nas grandes cidades. Quanto mais a cidade se urbaniza e se desenvolve, mais áreas verdes são devastadas dando lugar a fábricas e veículos. O resultado é a poluição em grande escala.


Com o objetivo de amenizar a falta de espaços verdes e propiciar mais qualidade de vida às pessoas, a arquitetura e decoração propõem soluções. E o verde no interior dos ambientes ganha mais espaço. “A necessidade do contato com a natureza é cada vez maior. Mas o que se percebe é que tanto os apartamento e casas menores quanto os espaços públicos estão menos arborizados. Isso gera a vontade de acrescentar na ambientação mais verde”, conta a arquiteta Estela Netto.





A arquiteta Renata Basques também defende a aplicação do verde nos espaços: “Plantas dão ares de personalização e cuidado, por isso são, hoje, tão utilizadas nos interiores das residências e em espaços comerciais. Além disso, geram aconchego. Trazer o verde para casa é um sinal de que estamos trazendo a natureza para perto.


As pessoas querem sempre mais contato com a natureza e nada melhor que fazê-lo com plantas”.


De olho nessa demanda do mercado, Estela não abre mão de ser sustentável. “Todos os móveis projetados pelo escritório são executados com MDF, madeira de reflorestamento e madeira de demolição”, reforça. Renata também é adepta dessa prática: “Criei uma estante multiuso, que pode ser usada em varandas de apartamentos, em uma cobertura e outros. O morador pode cultivar um jardim vertical ou mesmo uma horta sobre este móvel. Além de sustentável, essa idéia visa o melhor aproveitamento dos espaços”





Estela finaliza com uma dica excelente para quem tem pouco espaço em casa, mas não abre mão do verde: “Há cachepôs lindíssimos que recebem vários tipos de plantas para áreas de sombra ou meia sombra. Eles são ideais para interiores e até mesmo apartamentos pequenos. Os cachepôs podem ser de madeira de demolição, cerâmica, vidro, aço cortem, inox”. E Renata acrescenta: “É preciso verificar se a planta gosta mais de sol. Essas plantas têm menor tempo de vida quando colocadas em apartamentos”.


Fonte: Mão Dupla Comunicação

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório