Saúde: saiba os sete passos essenciais para começar a correr ao ar livre | Blog MRV Engenharia

Encontre seu imóvel

Saúde: saiba os sete passos essenciais para começar a correr ao ar livre

09 fevereiro 2009

Vestir um par de tênis e sair correndo pelo mundo. Este é o ideal de muita gente que deseja um pouco de liberdade, qualidade de vida e, é claro, um corpinho em boa forma.
Mas, antes de sair por aí são necessários alguns cuidados básicos. Caso contrário, no caminho para o bem-estar, a beleza e a saúde, você pode enfrentar "obstáculos" como dores e lesões.

Conheça, de acordo com especialistas, os primeiros passos antes de começar a se exercitar:

1. Crie novos desafios a cada treino
 
Para melhorar marcas e o condicionamento físico, você deve estimular sempre o organismo com novos desafios. A cada semana, algo deve ser alterado: pode ser uma progressão na distância do percurso ou intensidade da corrida ou, ainda, um "jogo de velocidade", intercalando num mesmo treino o ritmo leve, moderado e forte. 
2. Prefira correr ao ar livre
 
Ao ar livre, o corredor tem mais motivação. Mas não descarte o uso de esteiras como um complemento para ocasiões como os dias chuvosos.
 
3. Observe sempre o clima e a temperatura
 
A atenção deve ser redobrada nos dias frios, pois a musculatura tende a ficar mais contraída, e, conseqüentemente, são maiores as chances de lesões. Nas baixas temperaturas, a dica é caprichar no alongamento e aquecimento - antes e depois da corrida. Se o frio é perigoso, o alto verão também é. Prefira o início da manhã ou o final da tarde para praticar os exercícios ao ar livre. Essa cautela deve ser tomada para diminuir o desgaste.
 
4. Prepare seu corpo

 
Cuidado: se a sua musculatura estiver fraca, como resultado de anos de sedentarismo, é importante fortalecê-la, paralelamente aos treinos de corrida, com exercícios localizados ou musculação.
 
5. Na dúvida quanto às dores, procure um médico
 
A corrida é uma atividade de impacto que pode inflamar as articulações. Portanto, na dúvida quanto às dores e incômodos, o corredor deve procurar um médico. Vale lembrar, porém, que na fase inicial são comuns dores musculares até 48 horas após o esforço físico.
 
6. Alimente-se melhor e descanse

 
Para que todo o esforço na corrida não seja em vão, a dieta precisa acompanhar seu novo ritmo. Caso contrário, junto com as calorias, serão gastos nutrientes importantes para o organismo.
 
7. Escolha o tênis certo
 
A corrida é um esporte que requer pouco investimento: não é preciso montar equipes, nem procurar um local especializado para praticar. Bastam roupas confortáveis e um bom tênis. Portanto, atenção na escolha do calçado. O solado deve ser o mais reto possível. Tênis com o amortecedor em formato de bolhas, por exemplo, dificultam as passadas em terrenos irregulares, o que deixa o corredor mais propenso a lesões.

 Fonte: Portal Terra, Vida e Saúde, consultado em 6 de fevereiro de 2009.

Deixe seu comentário *Campos de preenchimento obrigatório